olhar para dentro de seus olhos

como desdo inicio

é como desvendar um paraíso oculto

atras de uma muralha de flores

olhar seu corpo

estimula minha imaginação

derretome em desejo e calor

então percebo seus lábios

vermelhos,carnudos, macios

não há palavras que ganhe espaço

e como era de se esperar

termino em seus braços

e otempo  , já nem sei mais o quanto foi

simplesmente espero eternamente

estar em tua companhia……


por entre os dedos vaga a fumaça

desaparece pelo ar,some não deixa nada além deste pigarro

transformação bruta,

tabaco vira pó.

as horas vão ,,consomem

dormir nem pensar

o corpo fadigado ,,cérebro cançado

mas os olhos ascessos feito brasa ,,,deste cigarro que queima

detalhes brotam nos canteiros cultivados da memória

lembranças vivas feito feridas abertas ,,a latejar

detalhes que brotam vários vem ,,,neste instante,,,e se vão

feito a fumaça que se vai,,,vai ao vento

o que resta então

apenas cinzas,uma cinza de um corpo cançado,feito as rugas do rosto

que contam as história de um ser

cinzas que não se acabam,fruto de uma transformação natural

um matéria que não se cança e não se vai,,

feito a minha evolução no meio desta solidão,,noturna,,calada

ao mesmo deturpada pelos sons da mente,

que queima,,,muito esta mente, até a ultima tragada e transforma-se em cinzas tambem

parte some ao vento

o grosso fica,,,vira pedra,,,

Posted in Sem categorias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s