10 fatos sobre cientistas famosos que você provavelmente não sabe

Perfeito para você soltar na mesa de bar e ganhar mais fama de culto e inteligente. Enjoy !

1 – O primeiro trabalho científico de Albert Einstein, publicado na revista científica Annalen der Physik (a mesma onde ele publicaria a famosa Teoria da Relatividade cinco anos depois) era sobre a física dos líquidos em canudos de beber.

2 – Depois de sacudir o mundo com a sua Teoria da Evolução, Darwin passou o resto dos seus dias estudando minhocas, chegando a tocar piano para elas afim de estudar o efeito das vibrações. Seu livro sobre formação de humo e minhocas, publicado 10 anos depois do famoso “A origem das espécies” vendeu mais do que este.

3 – O brilhante físico estadunidense Richard Feynman era um excelente tocador de bongô. Além disso, era especialista em arrombar cofres, inclusive tendo sido chamado para arrombar o do Consulado dos EUA em uma temporada que passou no Brasil.

4 – Ninguém sabe onde está o corpo do astrônomo Edwin Hubble. Depois de sua morte em 1953, sua esposa se recusou a fazer um funeral e a dar satisfações do que havia feito com o corpo do esposo famoso. Alguns mais fanáticos acham simplesmente que Hubble “voltou para casa”.

5 – O famoso Louis Pasteur ficou tão paranóico com os micróbios que examinava com uma lente de aumento todos os pratos que lhe eram servidos.

6 – O químico sueco Karl Scheele, descobridor do processo de fabricação do fósforo, além de ter descoberto o bário, o manganês e o tugstênio, tinha a curiosa mania de provar todos os elementos químicos com que trabalhava. Foi encontrado morto, envenenado por sabe-se lá o que, aos 43 anos.

7 – Dmitri Mendelev, o pai da tabela periódica, tinha dezessete irmãos. Ou quatorze, dependendo da fonte que você consulte. De qualquer forma, todas as fontes concordam que ele tinha um monte de irmãos.

8 – Em 1893 inauguraram uma estátua de Lavosier na França, afim de celebrar os 100 anos da sua morte na guilhotina. Mas, descobriram depois, a estátua tinha a cabeça do marquês de Condorcet. Por sorte a estátua foi roubada na época da segunda guerra mundial.

9 – Antes de influenciar a revolução sexual com o polêmico Relatório Kinsey, o cientista Alfred C. Kinsey era um tenaz entomologista. Em uma expedição que durou dois anos, ele percorreu 4 mil quilômetros e coletou 300 mil vespas. Não se sabe quantas ferroadas ele tomou.

10 – O naturalista Lazzaro Spallanzani, o primeiro a conseguir uma fecundação artificial em laboratório, em 1740, recolheu o esperma de sapos vestindo cuecas de couro, cortadas por ele mesmo, antes da cópula dos batráquios, para realizar as suas experiências.

by Henderson under Ciência

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s