Bom,,,folga das velhas pessoas que compõe o dia a dia. Digo velhas pois a anos convivo com suas rotinas e elas comigo. A rotina acaba nos prendendo numa forma de costume, tradição e por muitas vezes o ser acaba esquecendo que simplesmente deveria ter quebrado tal. Ora, hoje sou assim amanhã não ,depois volto a ser e assim vai. Mas quebrar as rotinas é o que conta. Já sai com ódio de vc algumas vezes, por sempre fazer tudo igual, por sempre ser tão previsivel. Por sempre reagir da mesma forma, eu queria mist´rio no entanto, não lhe ofereci mistério, logo, ficou tambem esperando algo, esperando que fosse diferente. Mas se foi, sumiu de vez, nem tive a oportunidade de provar como tudo poderia ser diferente. Faltou-me a criatividade, faltou-me esta análise que agora sinto na completa solidão do isolamento de tua rotina. As velhas pessoas que deixei ontem, hoje querem ser as novas, sinto falta destas novas pessoas. A  simplicidade de sempre, os mesmos de sempre, pois numa metamorfose, perdi esta deliciosa rotina….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s